Quinta-feira, 13 de Junho de 2019

PATROCINADORES COBRAM EXPLICAÇÃO DE NEYMAR: ACUSAÇÃO DE ESTUPRO DEU EM NADA

Gillette-ação-Neymar.jpg

O caso do atacante do PSG remete a outros escândalos recentes envolvendo grandes atletas e seus patrocinadores --o mais célebre, o do golfista americano Tiger Woods.

"Neymar Jr. não é mais patrocinado pela Gillette e, portanto, quaisquer comentários seriam inapropriados. O fim do contrato antecede a esse episódio", informou.

De acordo com a publicação, 3 das 10 marcas que patrocinam o atleta já demonstraram incômodo. A Red Bull e a EA Sports cobraram as explicações dos responsáveis pela carreira de Neymar.

A Nike, que patrocina Neymar desde que ele tinha 13 anos, emitiu nota, afirmando estar “profundamente preocupada” com as acusações.

Antes de acertar com o PSG, dirigentes franceses liberaram uma cláusula no contrato de Neymar, estando ele livre para negociar seus patrocínios, não sendo necessário associar sua imagem com os parceiros do clube francês. Marcas associadas ao brasileiro não faltam, já que a lista completa foi divulgada pelo jornal mexicano SDP.

Neymar possui patrocínio com “gigantes” como Nike, Air Jordan, Qatar Nacional Bank, Beats by Dre, Red Bull, McDonald’s, Wish, EA Games, Honda, Mastercard e Panini. Ele também possui vinculo com empresas do Brasil e várias outras ao redor do mundo. Handicap Internacional, TCL, Digible, Matel, Cafe Pilão, Replay, C&A, GOL, OPPO, Gaga Milano, AB Inbev, Mr. Z, Arco, Mauricio da Sousa, Skillab, Romancer, Universo dos livros, Rico, Heilar, Air, Cerveja Proibida e Sidney Oliveira são as outras marcam que possuem acordos com o craque.

A receita gerada pelos patrocínios e gerada pela sua própria empresa de direitos de imagem, NR Sports, que também administra o salário que o camisa 10 recebe do PSG, cerca de 30 milhões de euros por temporada.

A terceira edição do leilão beneficente, marcada para o dia 10 de julho, que leva o nome do jogador não acontecerá. A decisão foi tomada após a acusação de estupro.

A delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, concluiu na tarde desta segunda-feira (29/07) o inquérito que apurava as acusações de estupro e agressão feitas pela modelo Najila Trindade Mendes de Souza contra Neymar. A polícia decidiu não indiciar o jogador de futebol pelos supostos crimes.

A Polícia Civil de São Paulo investiga se a modelo Najila Trindade Mendes de Souza cometeu falsa comunicação de crime ou denunciação caluniosa contra o jogador Neymar.

Na segunda-feira (29/07), a delegada Juliana Lopes Bussacos, titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), concluiu o inquérito que  investigava suposta agressão e estupro por parte do jogador sem indiciá-lo

A investigação contra Neymar foi concluída pela delegada Juliana antes mesmo de chegarem ao Brasil as imagens do hotel onde Najila e Neymar se encontraram, em Paris, em 14 de maio.

 “Não houve indícios suficientes para indiciar Neymar” disse a delegada. “Ao longo da investigação deliberei por ausência de elementos suficientes para tanto (para indiciar Neymar)”, disse.

 
 
 
 
 
 
 
 
publicado por srgiodefreitas1965 às 19:06

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FLAMENGO ENFRENTA INTER G...

. SANTOS CONSEGUE SÉTIMA VI...

. PARÁ VOLTA AO SANTOS PARA...

. NEYMAR VAI FICAR SEM JOGA...

. SANTOS CONSEGUE SEXTA VIT...

. 5RINTHIANS CEDE EMPATE AO...

. SANTOS VENCE FOGÃO E AGRA...

. BRASIL VENCE PERU E É CAM...

. PSG ACEITA VENDER NEYMAR ...

. QATAR PERDE DA COLÔMBIA P...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds