Segunda-feira, 25 de Agosto de 2014

O que foi a Máfia do Apito em 2005?

 

Há 10 anos o futebol brasileiro sofria o maior golpe contra sua credibilidade. Árbitros estavam manipulando resultados de partidas dos principais torneios nacionais para ajudar apostadores a lucrarem com os placares encomendados. No centro do escândalo, o ex-árbitro Edilson Pereira de Carvalho era favorecido com esquema ilegal de apostas.


A Máfia do Apito, como foi batizado o esquema de favorecimento de 2005, resultou na anulação de 11 jogos do Brasileirão de 2005. Todos eles apitados por Edilson Pereira de Carvalho. Tudo começou com reportagem publicada na revista Veja, em outubro de 2005, já na fase final do Brasileirão. Durante a apuração da reportagem, a Polícia Federal foi comunicada e trabalhou com escutas telefônicas para monitorar o árbitro e o grupo de empresários.

A denúncia mostrou que o árbitro Edilson Pereira de Carvalho estava envolvido com grupo de empresários, liderado por Nagib Fayad, que combinava determinado resultado em jogos apitados por ele e fazia apostas em sites - no Brasil, a prática de apostas eletrônicas em jogos nacionais é ilegal. Para cada partida em que aceitou participar do esquema para favorecer o Corinthians, Edilson recebeu entre R$ 10 mil e R$ 15 mil.

1 dia depois, Edilson e o empresário Nagib Fayad foram presos. O árbitro Paulo José Danelon, que apitara jogos da Série B e apareceu nas escutas telefônicas, também passou a ser investigado. A partir daí, a CBF comunicou o afastamento dos 2 árbitros de seu quadro. Mais tarde, a dupla foi solta, e Danelon confirmou que participou do esquema de manipulação.

 

Cerca de uma semana após a pulicação da denúncia, o presidente do STJD à época, Luiz Zveiter, anuncia a anulação dos 11 jogos apitados pelo árbitro Edilson Pereira de Carvalho no Brasileirão, e remarca as partidas anuladas. A decisão foi feita com apoio dos promotores do Ministério Público, e desagradou Internacional, Cruzeiro, Santos, Ponte Preta e Figueirense, que entraram com recurso contra a anulação dos jogos, prontamente recusado pelo STJD.

 

Após a anulação, Edilson Pereira de Carvalho acusou Armando Marques, ex-chefe da Comissão de Arbitragem da CBF já falecido em julho de 2014 aos 84 anos, e Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol, de pressioná-lo para manipular resultados. Sob as acusações, ambos negaram o fato.

Apesar da anulação dos jogos da Série A, o STJD nada fez em relação às partidas arbitradas por Danelon na Série B e pela dupla no Paulistão do mesmo ano. Com a nova disputa das partidas anuladas pelo tribunal, o Corinthians foi campeão do campeonato nacional de 2005, 3 pontos à frente do Internacional, 2º colocado. Se as partidas não tivessem sido anuladas, o Inter teria conquistado o título, com 1 ponto de vantagem para o Corinthians conforme relato feito pelo ex-presidente do Timão Alberto Dualib (hoje conselheiro do clube) em conversa telefônica com Renato Duprat.

Edilson, que hoje vive com a mãe em Jacareí, e Danelon foram excluídos do futebol e se tornaram réus em uma ação penal, assim como Fayad e outros quatro participantes da máfia.


O processo em que eram acusados de estelionato, porém, foi suspenso: o Tribunal de Justiça de São Paulo avaliou que não foi cometido crime – as fraudes esportivas só foram tipificadas em 2010, com a inclusão de 1 artigo no Estatuto do Torcedor.




publicado por srgiodefreitas1965 às 17:02

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. FLAMENGO ENFRENTA INTER G...

. SANTOS CONSEGUE SÉTIMA VI...

. PARÁ VOLTA AO SANTOS PARA...

. NEYMAR VAI FICAR SEM JOGA...

. SANTOS CONSEGUE SEXTA VIT...

. 5RINTHIANS CEDE EMPATE AO...

. SANTOS VENCE FOGÃO E AGRA...

. BRASIL VENCE PERU E É CAM...

. PSG ACEITA VENDER NEYMAR ...

. QATAR PERDE DA COLÔMBIA P...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds