Quinta-feira, 1 de Novembro de 2018

“Daniel morreu por se envolver com mulher do assassino”, diz testemunha

 

daniel-sao-bento.jpeg

Preso na manhã desta quinta-feira (01/11) pela Polícia Civil de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, o empresário Edison Brittes Júnior, de 38 anos, admitiu ter assassinado o jogador Daniel no sábado (27/10).  

A pessoa que estava com o ex-jogador do São Paulo na manhã do crime disse aos investigadores que presenciou o momento em que Daniel foi espancado por 4 homens na casa de uma mulher, onde o grupo de amigos fazia um after party.

De acordo com o advogado da testemunha, seu cliente, que pediu proteção policial temendo represália, conheceu o jogador em uma boate de Curitiba onde todos comemoravam o aniversário de 1 amigo em comum. À polícia a testemunha afirmou que a motivação do crime foi ciúme, já que Daniel teria se envolvido com a mulher do homicida.

Procurada a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Paraná confirmou que a testemunha depôs. “Eles estavam numa casa noturna e quando acabou, às 5h ou 6h da manhã, foram fazer um after e continuar na casa de 1 das meninas”, relatou o advogado Jacob Filho, que representa a testemunha. “O Daniel entrou no mesmo Uber que a testemunha e outras 3 pessoas. Chegaram na casa e ficaram bebendo, conversando. O Daniel sai e passada 1 meia hora ,mais ou menos, eles escutam ‘Socorro, socorro, ajuda!’. Não sabiam o que era e foram ver.”.

Ainda segundo a RIC, o advogado disse que seu cliente foi ao encontro dos pedidos de socorro e ao chegar a 1 dos quartos da casa já encontrou o jogador caído no chão. “Quando ele chegou no quarto, o Daniel estava sendo agredido com socos e pontapés, depois chegam mais 3 pessoas e continuam agredindo. O Daniel pediu ‘Não quero morrer, por favor, não quero morrer!'”

Ainda segundo o relato da testemunha, os agressores pegaram a faca, colocaram o jogador “praticamente desfalecido” no porta malas do carro e foram embora.

O advogado disse que a testemunha informou à polícia os nomes dos suspeitos. Segundo seu entendimento, a motivação do crime teria sido passional. “O Daniel terá entrado no quarto da mulher e essa mulher que estava no quarto é a mulher do indivíduo que o matou”, afirmou o criminalista Jacob Filho.

A versão da testemunha vai ao encontrou de áudios que circularam durante o fim de semana, nos quais amigos de Daniel dizem que falaram com ele pela última vez no começo da manhã de sábado e que ele teria entrado no Uber após sair da casa noturna.

O corpo do atleta, que tinha contrato com o São Paulo até o fim de 2018 e estava emprestado ao São Bento de Sorocaba (SP), foi encontrado no mesmo dia, parcialmente degolado e com o "Bráulio" cortado. Na terça-feira (30/11), a família do jogador pediu para que cessasse o compartilhamento das fotos do local do crime.

O delegado Amadeu Trevisan ainda confirmou que Daniel conhecia Allana e já tinha participado da festa de 17 anos dela,em 2017. Apesar disso, para Amadeu Trevisan, o crime não foi premeditado. “Foi cometido no calor dos acontecimentos, a motivação está bem clara e aconteceu na casa, onde houve o espancamento. Depois, ele pegou a faca e aí sim tinha a intenção de matar. Mas com certeza não o fez sozinho, outras pessoas participaram”, explicou.

Amadeu Trevisan explicou também que Cristiane e Allana foram presas porque não fizeram nada para conter as agressões ou, ainda que fosse, denuncia-las. “Estiveram o tempo todo no palco do crime e, certamente, tiveram algum tipo de participação. Vão ter que explicar como esse crime ocorreu. Além disso, acreditamos que Edison não cometeu o homicídio sozinho, há mais pessoas envolvidas, que nós estamos investigando”.

À imprensa, o advogado Nilton Ribeiro, que representa a família de Daniel, disse que é preciso pensar na vítima, que não está viva para se defender. “Tudo está sendo tratado de forma muito precipitada. Repudio estas declarações de estupro e esta investigação está ainda em andamento. Há muito ainda a fazer”, afirmou, em entrevista a A Tribuna, completando que a família de Daniel está abalada e acreditando na investigação da polícia e que os responsáveis serão punidos.

Vídeos mostram jogador Daniel em festa com autor confesso e suspeitos antes do crime

Delegado diz que eles mentiram e houve divergências entre testemunha e suspeito no caso do jogador Daniel

Veja a sequência dos fatos e o que aponta a investigação

 

O empresário Edison Brittes, suspeito de matar o jogador Daniel Freitas, mudou a versão sobre o crime, em relação ao que disse em entrevista à RPC. Brittes foi ouvido por mais de 6 horas pela Polícia Civil de São José dos Pinhais, na Região de Curitiba, nesta quarta-feira (07/11).

Segundo o depoimento de Edison, depois de ser flagrado com a esposa do empresário, Daniel dizia: “Desculpa, não sei o que estou fazendo aqui. Não sei o que está acontecendo”.

Em seguida, o empresário disse que Cristiana olhou para ele com “olhar de agradecimento”, que suspirou e saiu pela janela, gritando por socorro e ajuda.

Ainda de acordo com o depoimento de Edison, outros 4 homens chegaram e perguntavam o que Daniel havia feito, quando o empresário disse que ele tentou estuprar Cristiana.

 

 
publicado por srgiodefreitas1965 às 23:26

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. 5RINTHIANS APANHA DE NOVO...

. Brasil vai enfrentar Cama...

. São Paulo em Itaquera e 5...

. Chuva forte preocupa ante...

. Taça do Mundial de Clubes...

. Junior Barranquilla vence...

. Venda de Vanderlei é piad...

. 5rinthians perde mais uma...

. “Daniel morreu por se env...

. PALMEIRAS EMPATA COM O BO...

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds