Quinta-feira, 23 de Março de 2017

BRASIL x URUGUAI: O GRANDE JOGO

montevideu-estadio-2.jpg

A partida entre Brasil e Uruguai, que acontece no dia 23 de março de 2017,no estádio Centenário em Montevidéu, válido pelas Eliminatórias para a Copa de 2018 às 22 horas tem a grande história do futebol sul-americano.

Os 2 adversários se conhecem bem. No total foram 73 partidas: a vantagem é brasileira é expressiva, com 35 vitórias, 20 empates e 20 derrotas.

Houve durante todo este tempo jogos memoráveis, decisivos, responsáveis pela rivalidade e tradição que marcam esse grande clássico sul-americano e mundial. 

O jogo que não sai da cabeça de gerações de brasileiros é a final da Copa do Mundo de 1950, quando o Uruguai venceu por 2 a 1 e conquistou o título.

Derrota que já foi definitivamente superada em tempos posteriores, como foi, por exemplo, a decisão de uma vaga para a final da Copa do Mundo de 1970 no México.

Na semifinal, o Uruguai saiu na frente, com um gol de Cubillas, mas Clodoaldo, Jairzinho e Rivelino deram números finais aos 3 a 1 em uma grande exibição do Brasil que seria tricampeão mundial.

Outro jogo emocionante foi o que decidiu uma vaga na Copa do Mundo de 1994. A partida, válidas pelas Eliminatórias, foi disputada no Maracanã – quem vencesse carimbaria o passaporte para os Estados Unidos.

Carlos Alberto Parreira, o técnico que viria a ser tetracampeão do mundo, diz até hoje que foi uma das maiores atuações que já viu de uma Seleção Brasileira, que venceu por 2 a 0, dois gols de Romário. 

Antes, em 1989, o Brasil já tinha conquistado, 40 anos depois, uma Copa América em cima do Uruguai, vencendo o grande rival por 1 a 0 no Maracanã.

O Mineirão, o palco do jogo de hoje, traz uma boa lembrança para os donos da casa. A única vez que as duas equipes se enfrentaram no estádio foi em 1965, com vitória da Seleção Brasileira, formada pela famosa Academia do Palmeiras, por 3 a 0.

A Seleção Brasileira marcou 127 gols e sofreu 92. O carrasco do Uruguai foi Jair Rosa Pinto, com nove gols, seguido de Ademir Menezes e Heleno de Freitas, com seis, e Ronaldo com cinco.

Fichas técnicas de jogos importantes entre Brasil e Uruguai.  

FONTE: Gerência de Memória da CBF

O PRIMEIRO JOGO:

BRASIL 1 x 2 URUGUAI

Data: 12 de julho de 1916.

Competição: Campeonato Sul-Americano.

Local: Estádio do Club Gimnasia y Esgrima, em Buenos Aires (Argentina).

Público: 20.000 pagantes.

Árbitro: Carlos Fanta (Chile).

Gols: Friedenreich, aos 16; Gradin, aos 61; Tognola, aos 75.

BRASIL: Casemiro, Orlando Pires e Nery; Lagreca, Sidney Pullen e Galo; Luiz Menezes, Alencar, Friedenreich, Mimi Sodré e Arnaldo. Ground Committeé: Joaquim de Souza Ribeiro, Benedicto Montenegro, Mário Sérgio Cardim e Sylvio Lagreca (capitão).

URUGUAI: Saporiti; Varela e Foglino; Germán Pacheco, Delgado e Vanzzino; Somma, Tognola, Pendibene, Gradín e Romano. Técnico: Jorge Germán Pacheco.

 

PRIMEIRA VITÓRIA DO BRASIL

BRASIL 1 x 0 URUGUAI

Data: 18 de julho de 1916.

Competição: Amistoso.

Local: Estádio Parque Central, em Montevidéu (Uruguai).

Público: 8.000 pagantes.

Árbitro: Carlos Fanta (Chile).

Gols: Mimi Sodré, aos 57.

BRASIL: Marcos de Mendonça, Osny e Carlito; Amílcar, Lagreca e Facchini; Luiz Menezes, Alencar, Friedenreich, Mimi Sodré e Arnaldo. Ground Committeé: Joaquim de Souza Ribeiro, Benedicto Montenegro, Mário Sérgio Cardim e Sylvio Lagreca (capitão).

URUGUAI: Castro; Urdinarán e Foglino; Olivieri, Harley e Pascuariello; Pérez, Dacal, Broncini, Scarone e Bracchi. Técnico: Juan Harley (capitão).

 

CAMPEONATO SUL-AMERICANO

BRASIL 1 x 0 URUGUAI

Data: 29 de maio de 1919.

Competição: Campeonato Sul-Americano.

Local: Estádio das Laranjeiras, no Rio de Janeiro (Brasil).

Público: 28.000 pagantes.

Árbitro: Juan Barbera (Argentina).

Gols: Friedenreich, aos 122.

BRASIL: Marcos de Mendonça; Píndaro e Bianco; Sérgio Pires, Amílcar e Fortes; Millon, Neco, Friedenreich, Heitor e Arnaldo. Ground Committeé: Arnaldo da Silveira (capitão), Amílcar Barbuy, Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Netto.

URUGUAI: Saporiti; Varela e Foglino; Naguil, Zibechi e Vanzzino; José Pérez, Héctor Scarone, Romano, Gradín e Marán. Técnico: Severino Castillo.

COPA RIO BRANCO

BRASIL 2 x 1 URUGUAI

Data: 4 de dezembro de 1932.

Competição: Copa Rio Branco.

Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai).

Público: 50.000 pagantes.

Árbitro: Anibal Tejada (Uruguai).

Gols: Leônidas da Silva,  15; Leônidas da Silva, aos 64; Pedro Cea, aos 67.

BRASIL: Victot; Domingos da Guia e Itália; Agrícola (Canalli, aos 25), Martim Silveirae Ivan Mariz; Wálter, Paulinho, Gradim, Leônidas da Silva (Benedicto, aos 75) e Jarbas. Técnico: Luís Augusto Vinhais.

URUGUAI: Machiavello, Nasazzi (Aguirre, aos 46) e Mascheroni; Lorenzo Fernández, Gestido e Lobos; Castro, Urrutía, Duhart, Pedro Cea e Ithurbide (Píriz aos 46). Técnico: Alberto Horácio Supicci.

 COPA DO MUNDO

BRASIL 1 x 2 URUGUAI

Data: 16 de julho de 1950

Competição: Copa do Mundo.

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (Brasil).

Público: 173.850 pagantes.

Árbitro: George Reader (Inglaterra).

Gols: Friaça,  47, Schiaffino, aos 64; Ghigghia, aos 77.

BRASIL: Barbosa; Augusto e Juvenal; Bauer, Danilo Alvim e Bigode; Friaça, Zizinho, Ademir Menezes, Jair Rosa Pinto e Chico. Técnico: Flávio Rodrigues Costa.

URUGUAI: Máspoli, Juan González e Tejera; Gambetta, Obdulio Varela e Victor Andrade; Ghigghia, Julio Pérez, Miguez, Schiaffino e Morán. Técnico: Juan López.

 CAMPEONATO PAN-AMERICANO DE FUTEBOL

BRASIL 4 x 2 URUGUAI

Data: 16 de abril de 1952.

Competição: Campeonato Pan-Americano.

Local: Estádio Nacional de Santiago (Chile).

Público: 40.000 pagantes.

Árbitro: Geoffrey Sunderland (Inglaterra).

Gols: Miguez,aos 9, Didi, aos 24, Baltazar, aos 25, Pinga, aos 40; Cancela (pênalti), aos 54; Rodrigues, aos 66.

BRASIL: Castilho; Pinheiro (Gérson dos Santos) e Nílton Santos; Djalma Santos, Brandãozinho e Eli do Amparo; Friaça (Bauer), Ademir Menezes, Baltazar (Pinga), Didi e Rodrigues. Técnico: Alfredo Moreira Júnior “Zezé Moreira”.

URUGUAI: Máspoli, Matias González e Vilches; Victor Andrade, Duran e Omar Ferreira; Ghigghia, Julio Pérez (Washington Loureiro), Miguez (Nelson Cancela), Abaddie e Vidal. Técnico: Romeo Vázquez.

 AMISTOSO NO MINEIRÃO 

BRASIL 3 x 0 URUGUAI

Data: 7 de setembro de 1965.

Competição: Amistoso.

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (Brasil).

Público: não divulgado.

Árbitro: Eunápio de Queirós (Brasil).

Gols: Rinaldo (pênalti), aos 26; Tupãzinho, aos 35; Germano, aos 75.

BRASIL: Valdir (Picasso); Djalma Santos, Djalma Dias, Waldemar Carabina (Procópio) e Ferrari; Dudu (Zequinha) e Ademir da Guia; Julinho (Germano), Servílio, Tupãzinho (Ademar Pantera) e Rinaldo (Dario). Técnico: Filpo Nuñez.

URUGUAI: Taibo (Bogni); Cincuneggi (Miguel de Britos), Manicera, Varela e Omar Caetano; Raúl Nuñez (Lorda) e Vladas Duksas; Franco, Héctor Salvá, Héctor Silva (Virgilio) e Victor Espárrago (Julio Morales). Técnico: Ondino Vieira.

COPA DO MUNDO

BRASIL 3 x 1 URUGUAI

Data: 17 de junho de 1970.

Competição: Copa do Mundo.

Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara (México).

Público: 51.261 pagantes.

Árbitro: José Ortiz de Mendizabal (Espanha).

Gols: Luis Cubilla, aos 18', Clodoaldo, aos 45; Jairzinho, aos 75; Rivellino, aos 89.

BRASIL: Félix; Carlos Alberto Torres, Brito, Wilson Piazza e Everaldo; Clodolado e Gérson; Jairzinho, Tostão, Pelé e Rivellino. Técnico: Mário Jorge Lôbo Zagallo.

URUGUAI: Mazurkiewicz; Ubiñas, Ancheta, Matosas e Mujica; Fontes, Montero Castillo e Cortés; Luis Cubilla, Maneiro (Espárrago, aos 77’) e Morales. Técnico: Juan Eduardo Hohberg.

TAÇA DO ATLÂNTICO / COPA RIO BRANCO

BRASIL 2 x 1 URUGUAI

Data: 28 de abril de 1976.

Competição: Taça do Atlântico e Copa Rio Branco.

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ (Brasil).

Público: 62.672 pagantes.

Árbitro: Romualdo Arppi Filho (Brasil).

Gols: Torres, aos 15; Rivellino, aos 55; Zico (pênalti), aos 72.

Expulsão: Manuel Keosseain.

BRASIL: Jairo; Toninho (Orlando), Miguel, Amaral e Marco Antônio; Chicão, Zico e Rivellino; Gil, Enéas (Roberto Dinamite) e Lula. Técnico: Oswaldo Brandão.

URUGUAI: Corbo, Washington González, De Los Santos, Chagas e Ramírez; Acosta, Dario Pereyra e Jiménez; Rudy Rodríguez (Revetria), Fernando Morena e Daniel Torres (Keosseian). Técnico: José Rodríguez.

COPA AMÉRICA

BRASIL 1 x 0 URUGUAI

Data: 16 de julho de 1989.

Competição: Copa América.

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (Brasil).

Público: 132.743 pagantes.

Árbitro: Hernán Silva (Chile).

Gol: Romário, aos 49.

BRASIL: Taffarel; Aldair, Ricardo Gomes e Mauro Galvão; Mazinho, Silas (Alemão, aos 86), Dunga, Valdo (Josimar, aos 86) e Branco; Bebeto e Romário. Técnico: Sebastião Barroso Lazaroni.

URUGUAI: Zeoli,  Herrera,  Gutiérrez, De León e Domínguez; Ostolaza (Gabriel Correa, aos 69), Perdomo, Rubén Paz (Ruben Da Silva, aos 69) e Francescoli; Alzamendi e Ruben Sosa. Técnico: Oscar Tabaréz. ( Clique aqui e veja o jogo).

ELIMINATÓRIAS

BRASIL 2 x 0 URUGUAI

Data: 19 de setembro de 1993.

Competição: Eliminatórias para a Copa do Mundo 1993.

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (Brasil).

Público: 101.670 pagantes.

Árbitro: Alberto Tejada (Peru).

Gols: Romário, aos 71; Romário, aos 83.

BRASIL: Taffarel; Jorginho, Ricardo Gomes, Ricardo Rocha e Branco; Dunga, Mauro Silva, Raí e Zinho; Bebeto e Romário. Técnico: Carlos Alberto Gomes Parreira.

URUGUAI: Siboldi; Gustavo Mendéz, Canals (Adrian Paz, aos 69), Kanapkis e Batista; Dorta, José Herrera, Gutiérrez e Francescoli (Zalazar, aos 69); Fonseca e Rubén Sosa. Técnico: Ildo Maneiro.

 BRASIL 4 x 0 URUGUAI

Data: 06 de junho de 2009.

Competição: Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

Local: Estádio Centenário, Montevidéu (Uruguai).

Árbitro: Saúl Liverni (Argentina).

Gols: Daniel Alves, aos 11; Juan, aos 35; Luís Fabiano, aos 51; Kaká (pênalti), aos 74.

Cartão Amarelo: Luís Fabiano, Carlos Valdéz, Sebastían Equren.

Cartão Vermelho: Luís Fabiano, aos 64; Maximiliano Pereira, aos 87.

BRASIL: Julio César; Daniel Alves, Lúcio, Juan e Kléber; Gilberto Silva, Felipe Mello, Elano (Ramires, aos 65) e Kaká  (Júlio Baptista, aos 85); Robinho (Josué, aos 85) e Luís Fabiano. Treinador: Carlos Caetano Bledorn Verri - Dunga.

URUGUAI: Sebástian Vieira; Ma:imiliano Pereira, Carlos Valdéz, Diego Godín e Martín Cáceres; Jorge Martínez, Diego Pérez (Sebástian Abreu, aos 46), Sebastían Equren e Alvaro Pereira (Alvaro Fernández, aos 65); Luis Suárez (Edinison Cavani, aos 79) e Diego Forlán. Treinador: Oscar Tabárez.

 

COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013


BRASIL 2 x 1 URUGUAI

Local : Estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Data : 26/06/2013, quarta-feira
Horário : 16h (de Brasília)
Árbitro : Enrique Osses (CHI)
Assistentes : Carlos Astroza e Sergio Román (ambos chilenos)
Público : 57.483 pessoas
Cartões Amarelos : David Luiz, Luiz Gustavo, Marcelo (BRA); Cavani, González (URU)

Gols : Fred aos 41 minutos do 1º tempo. Cavani aos 3 e Paulinho aos 41 minutos do 2º tempo

BRASIL : Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar (Hernanes); Hulk (Bernard), Neymar (Dante) e Fred. Técnico : Luiz Felipe Scolari

URUGUAI : Muslera; Lugano, Godín e Cáceres; Arévalo, González (Gargano) e Maxi Pereira; Forlán, Cavani e Suárez. Técnico : Oscar Tabárez

 

 

publicado por srgiodefreitas1965 às 16:42

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. UEFA SORTEIA JOGOS DAS OI...

. Grêmio disputa Mundial d...

. SÉRGIO GUEDES É O NOVO TÉ...

. GRÊMIO ENFIM É CAMPEÃO DA...

. PONTE CAI EM CAMPINAS E F...

. Entenda como o Santos, al...

. Em jogaço, Santos vence p...

. Vizeu faz golaço e Flamen...

. RENATO GAÚCHO: "ATÉ O STE...

. Brasil e Rússia farão jog...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds